terça-feira, 17 de novembro de 2015

Semblante coragem

Esperava coragem,
Esperava voragem.

Nem coragem, nem voragem.
Quanto pesa a coragem?

A realidade embateu na expectativa
e esfumou-se em palavras !

Da melhor e assertiva forma foi revelada,
Sem olhares, sem contacto.
Do tempo perdido fica o melhor do pior,
do sentir que este dia nada colheu.

Parti hoje para nunca te responder.
Apenas ser uma palavra.


HHoje 2015

14 comentários:

  1. amanhã é outro dia, outro céu, pássaros diferentes, novas tonalidades, novas possibilidades, uma mão cheia... ser mil palavras, ou o infinito... sua croma, isto é bom... :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Escolho o infinito...
      Obrigado pássaro de mil palavras.
      :)))

      Eliminar
  2. Tu és muito mais do que uma palavra. Aliás consigo imaginar kilos de palavras para te definir mesmo sem te conhecer.
    Ter coragem é ficar com o melhor do pior e avançar sempre.
    Um beijo SD :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pelo carinho IC.
      Ter coragem em certos dias é entrar em espaço desconhecido em mim!
      Que seja para avançar.
      Beijinho.))

      Eliminar
  3. Belo poema :)
    Sempre te reconheci coragem. Por vezez a palavra é a unica forma de nos manifestarmos à outra parte sem grandes embates. Mais dor para quê. Do pior guardamos sempre o melhor, e é isso que nos fortalece e nos faz seguir em frente.
    Beijinho enorme em ti.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mais dor para quê?
      Gerir esta dor em dias sem luz doí.
      Nada de novo portanto, apenas outra batalha interior duma insatisfeita que luta.
      Sou coragem? Sou.
      Obrigado Sandra pelo carinho que sempre me deste.:))

      Eliminar
  4. Ter uma vida digna implica fazer escolhas e estas requerem coragem, mesmo quando não temos consciência de tal.
    Gostei da tua reflexão, Semblante.
    Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens razão, ontem escrevias sobre confiança, ...que por melhor cola que se use nunca...
      Ter coragem e o discernimento para fazer escolhas que nos mudem o rumo da vida, faz sempre sentido, mesmo que hajam dias sem luz.
      Beijinho Isabel.:)))

      Eliminar
  5. Tu és mil, um milhão de palavras caladas
    mas que têm encontrado o caminho da luz e do som
    e grita-las baixinho, ou alto se for preciso
    Tu és TU una e única pá!!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito calada sim.
      E quando grito tenho a sensação de que não me faço entender!
      Defeito meu talvez.
      Sou a única escolha que tenho, por isso continuo com coragem!!
      Beijo pra TU e um sempre obrigado pelo carinho que me dás todos os dias.:))))

      PS: Tou parva, já sei !!

      Eliminar
  6. Da coragem e da voragem, da expectativa ou da realidade, que sobressia sempre o melhor de ti. ABraço

    ResponderEliminar
  7. Gere-se a dor com o peito esmagado mas o tempo virá reparar os danos, adoçar as memórias.


    Abraço apertado, SD.

    ResponderEliminar
  8. há palavras mudas como agás, e o silêncio, por vezes, pode ser a resposta

    ResponderEliminar