domingo, 10 de abril de 2016

Re_Semblante

Uma página da vida que virou, 
tempestuosa e impulsiva. 
Anunciou a mudança que chegaria, 
com ira e indiferente.

Foi o caos nesse dia, 
lá fora ruíram os muros, 
cá dentro ruiu o coração. 
E agora, que fazer?

Aguento, ou parto numa longa viagem entre quatro paredes.
A minha força torna-se na fraqueza de outros, 
Serei uma marioneta dos Deuses, que me querem ultrajar. 
Ao virar uma página, torno-me maior. 
Serei água, serei fonte que invade o ser. 

Já não te esqueço. Serei fonte

HHoje

4 comentários:

  1. Da fraqueza se faz a força.Do ataque se faz defesa.

    Beijos, SD :)

    ResponderEliminar
  2. Precisamos de morrer para nascer com mais força SD. Dói muito mas desistir não é uma opção
    :)
    Um beijo grande

    ResponderEliminar